18 de set de 2014

Livro escrito por padres curitibanos conta a história dos 118 anos do Seminário São José‏

                            O Seminário São José, localizado atualmente no bairro Orleans, completa 118 anos em 2014. Para comemorar a data e contar a história , o Padre Antônio Luciano Ferreira de Lima e o  Monsenhor Francisco Fabris lançam o livro “Seminário São José – 118 anos”, no próximo dia 21 de setembro ( no próprio Seminário, as 09hrs). Para realizar a obra, os autores se dedicaram a extensa pesquisa baseada em depoimentos e documentos ( cartas, atas, objetos e imagens)  privilegiando a memória da comunidade que integra e a que já integrou o Seminário: alunos e ex-alunos; seminaristas e ex-seminaristas; padres, bispos e arcebispos; professores e funcionários. Uma obra que apresenta um rico registro iconográfico e histórico valorizando o Seminário São José como importante patrimônio cultural do Paraná.
             Desde o  dia 19 de março de 1896, data da sua fundação, o Seminário prosseguiu sua trajetória sem interrupção, passando por cinco casas. Durante esta trajetória, inúmeras pessoas dedicaram a ele parte de sua vida. Entre elas, seu entusiasta idealizador e fundador, Dom José de Camargo Barros, Dom Pedro Fedalto  até o dedicado Dom Moacyr José Vitti. No primeiro ano, o Seminário São José contava com 19 alunos matriculados. Como a nova Diocese não dispunha de um prédio próprio, foi alugada uma espaçosa casa situada na Rua Comendador Araújo. Esta casa serviu como sede do Seminário por 5 anos, passando depois por 4 outros locais: Bairro Batel, Residência Episcopal (Rua Jaime Reis), Bairro Seminário e, por  fim, Bairro Orleans.
                   Além das mudanças geográficas, escolha dos locais, outros temas são tratados para remontar a memória da história do Seminário, como por exemplo o cotidiano dos seminaristas, metodologia e a organização do ensino e destaque especial para a participação de Dom Pedro Fedalto. Sua contribuição e vida se confundem com a história do Seminário. 
                     Em outubro de 2004, Dom Pedro Fedalto escolhe o Seminário São José para sua residência como Arcebispo Emérito. Ele entra para história do Seminário com a morte de Dom Manuel, aos 5 de fevereiro de 1970. A Arquidiocese de Curitiba necessitava de um substituto. A Santa Sé nomeou Dom Pedro Fedalto como novo Arcebispo de Curitiba, pois o mesmo atuava como  Secretário de Dom Manuel, seu Bispo Auxiliar e Administrador Apostólico enquanto a Arquidiocese estava vacante.   Depois de uma longa caminhada à frente da Arquidiocese (1970  -  2006  ) Dom Pedro entrega seu mandato ao novo Arcebispo eleito, Dom Moacir José Vitti, que dá continuidade à formação dos futuros padres, mantendo as visitas mensais ao Seminário e a reunião também mensal de formadores.
                 A publicação do livro é da Editora Máquina de Escrever, com patrocínio da Celepar e Copel
     
           

Serviço
Lançamento do Livro “Seminário São José – 114 anos”
Dia 21 de setembro
09 h
Local: Seminário São José - Br 277 Curitiba - Ponta Grossa, Km, 99; n. 4505


           



Assessoria de imprensa – Ana Caldas