24 de nov de 2017

29 Historiadores lançam livro sobre História do Paraná com abordagem inovadora

O Paraná pelo caminho” reúne autores dos mais prestigiosos Institutos de Educação Superiores do Estado do Paraná. Ao contar com a participação de 29 pesquisadores/professores de diferentes Universidades do Estado, em sua grande maioria doutores em História, teve por objetivo divulgar ao público leitor uma obra diversificada, comprometida e inovadora na abordagem da História do Paraná. O lançamento da obra acontece neste sábado, dia 25 de novembro, no Bar do Alemão ( Largo da Ordem) a partir das 15h. O evento também comemora os 10 anos da Máquina de Escrever, editora responsável pela publicação deste título e muitos outros sobre patrimônio e história.

De forma gradativa, e, diga-se, cronológica, os autores buscaram retratar os diferentes períodos históricos para a História do Paraná, tentando dar maior visibilidade as recentes pesquisas desenvolvidas nos programas de pós-graduação em História espalhados pelo Estado, bem como contribuir para se pensar o Paraná por meio de um novo aporte teórico-metodológico.
Entretanto, ao longo do caminho, com a repercussão positiva e adesão dos pesquisadores, e assim com a constituição de um grupo diversificado de colaboradores o projeto foi ganhando corpo e outros contornos, permitindo novas possibilidades, e, acima de tudo, a preparação de uma só vez, dos três volumes.
Por meio de trajetórias, os textos que compõe a coleção contam as histórias de Paraná através de outros olhares, outras perspectivas, permitindo repensar sua História, formação, contextos, possibilidades. Os múltiplos personagens apresentados nos volumes constituem “trajetórias possíveis” no interior dos contextos em que viviam, percebendo a interação do sujeito com o meio, reconstruindo processos históricos nos quais tais sujeitos possuíam determinadas capacidades de ações, dimensionadas e restritas as dinâmicas às quais estavam inseridos.
Frente aos adjetivos acima indicados, a estrutura dos volumes foi estabelecida da seguinte forma: o primeiro volume intitulado “Imagens”, aborda reflexões sobre trajetórias de vida, circulação de livros, intelectuais, memória e a historiografia tradicional para a História do Paraná, bem como personagens importantes da arte, produção visual e cultura paranaense. O segundo volume volta-se as “Justiças”, reunindo textos a respeito de feitiçaria, homens de justiça, oportunidades na colônia brasileira, liberdade, abolição, transgressões, governo e negócios em um período inclusive anterior a emancipação política do Estado. Por sua vez, o terceiro volume versa sobre “Movimentos”, agrupando amplas temáticas, tais como: memórias e trajetórias de imigrantes, deslocamentos internos, ocupação da terra, trabalho, protagonismo público de mulheres, ações políticas e militância.

Portanto, pode-se notar que a coleção apresenta histórias de Paraná não se limitando na construção de uma identidade una para o Estado, mas, pelo contrário, indicando vários referenciais e dinâmicas que devem ser colocados em perspectivas na análise sobre a História do Paraná. Todavia, os textos aqui apresentados abordam alguns aspectos para essa análise, e temos ciência das muitas lacunas que a coleção deixou de contemplar.
Com o conhecimento de que as histórias de Paraná necessitam de maior visibilidade, discussão, metodologias para sua análise e novas abordagens, organizamos uma coletânea que abarcasse de forma ampla e plural diferentes momentos e personagens, “anônimos” ou reconhecidos no intuito de oportunizar novas formas de ver, pensar, conhecer e se identificar a região.
 Texto: Autores Hilton Costa, Jonas W. Pegoraro e Milton Stanczyk Filho 

Créditos da ilustração: Frede Tizzot
Assessoria de imprensa Máquina de Escrever: Ana Caldas

#maquinadeescrever #parana #historiadoparana #cultura