25 de jan de 2011

Padaria América desvenda seus segredos em oficina gratuita de pães e bolos


Nos seus quase 100 anos de existência a mais tradicional Padaria de Curitiba, a Padaria América, pela primeira vez oferta oficinas gratuitas de panificação e bolos. Serão 5 oficinas, do dia 31 a 04 de fevereiro, ministradas nas próprias dependências da Padaria América por Eduardo Henrique Engelhardt, bisneto do fundador e atual membro da família à frente da produção. Serão abordadas também durante as oficinas as características artesanais de seus produtos e sobre outros fatores igualmente importantes para a manutenção da padaria no mercado. O carro chefe das aulas será a broa alemã de massa azeda. “Escolhemos esta receita por ser a que melhor representa os nossos principais consumidores, as famílias descendentes de alemães”, explica Eduardo.

A iniciativa faz parte da contrapartida social do projeto que deu origem ao livro “Padaria e o pão das gerações curitibanas”, escrito pela nutricionista e doutora em História da Alimentação Juliana Reinhardt. Patrocinado pela lei municipal de incentivo à cultura, o livro é fruto da dissertação de mestrado da autora e será lançado em março nas livrarias da cidade. Analisa através dos depoimentos de consumidores, dos funcionários e da família fundadora, a tradição de se fazer e se comprar o pão na Padaria América, seus significados e sua história. “Procuramos entender o que levou e leva uma padaria a conseguir se manter no mercado durante tanto tempo, qual o significado desta tradição e o que a comida (na forma de broas, bolos, bolachas) pode representar aos indivíduos.” conta Juliana. A tradição de fazer os pães, bolachas e doces alemães foi passada de pai para filho e, hoje, a grande parte de quem compra na Padaria América são os filhos, netos e bisnetos daqueles que compravam na época do fundador, o alemão Friedrich Philipp Ludwig Eduard Engelhardt.

A pesquisadora que também é autora de um documentário sobre a broa de centeio tem uma relação especial com a história da padaria e por este motivo recebeu destaque especial no panfleto institucional da Padaria América:

“Em 2002, a nutricionista Juliana Reinhardt faz a “Padaria América” virar história. Defendeu uma tese na Universidade Federal do Paraná, baseada na tradição e nos quase cem anos da Padaria. Em 2007, iniciou um projeto através da Fundação Cultural de Curitiba e produziu um documentário tornando a “Broa de Centeio”, um dos produtos mais tradicionais da Padaria América como Patrimônio Imaterial de Curitiba.

As oficinas deverão ser divulgadas também para comunidades que tenham envolvimento com padarias comunitárias.

Serviço:

Oficinas gratuitas de pães e bolos na Padaria América

Aberto ao público

Do dia 31 de janeiro até dia 04 de fevereiro

Das 16h às 18h30.

As inscrições devem ser feitas direto com Eduardo ou Patricia, na Padaria América. Telefones: 33231099 ou 32331871

Assessoria de imprensa – Ana Carolina Caldas (41)92114915

Na foto acima: Eduardo Engelhardt, bisneto do fundador da Padaria América.

Nenhum comentário: