11 de nov de 2009

A Pedreira Paulo Leminski já é quase nossa!

Após seis meses do início da campanha A Pedreira é Nossa! contamos com mais de 12 mil assinaturas pedindo a reabertura do espaço cultural mais democrático da nossa cidade. Se está recebendo esse e-mail, você é um desses entusiastas que, assim como nós, acredita que, por meio do diálogo e do bom senso, será possível a volta dos grandes shows à Curitiba.

E foram muitas as batalhas ganhas até agora. Conseguimos sensibilizar a população e a classe artística sobre o problema. As manifestações de apoio foram diversas. Juntamente com a Fundação Cultural de Curitiba e alguns dos maiores produtores culturais da cidade, nos reunimos com a associação de moradores que pediu o fechamento da Pedreira Paulo Leminski e conseguimos estabelecer um acordo que regulamenta de forma satisfatória para ambas as partes o funcionamento do espaço: shows em horários razoáveis e com penalização para quem descumprisse as determinações.

Entretanto, a Justiça aguarda o resultado de uma perícia técnica pedida pelo Ministério Público do Paraná, órgão responsável pela ação civil pública que impede eventos na Pedreira. Mas vamos buscar um caminho alternativo: ainda neste mês, juntamente com a Fundação Cultural, entregaremos ao juiz responsável o abaixo-assinado pedindo a reabertura e reivindicaremos uma audiência pública com todos os interessados. Assim, é importante a sua mobilização para que consigamos aumentar o número de assinaturas.

Relespública!

Acreditando que a manifestação cultural unindo vários nomes da música que agitam a capital paranaense possa sensibilizar a população e os moradores para a reabertura da Pedreira, a banda Relespública convida você para, nesse sábado (14), se unir a vários artistas e engrossar o coro de A PEDREIRA É NOSSA! Será no John Bull Music Hall, a partir das 22h.

Você encontra mais informações sobre o show aqui: http://www.myspace.com/relespublica.


Assessoria de imprensa Vereador Jonny Stica

Mais Informações:
www.apedreiraenossa.com.br

Nenhum comentário: