21 de nov de 2010

A cidade da Lapa no Paraná será a Capital Brasileira da Cultura 2011.


O anúncio oficial da escolha da Lapa como Capital Brasileira da Cultura 2011 foi feito na manhã do último dia 20 de novembro pelo Bureau Internacional de Capitais Culturais em Barcelona (Espanha) e pela ONG CBC – Capital Brasileira da Cultura (www.capitalbrasileiradacultura.org), entidade responsável pela promoção e gestão deste título aqui no Brasil.

O Bureau Internacional de Capitais Culturais (www.ibocc.org) é um organismo internacional com sede em Barcelona (Espanha) que criou e mantêm os projetos da Capital Brasileira da Cultura, da Capital Americana da Cultura, da Capital da Cultura Catalã, da Capital da Cultura Espanhola e da US Capital of Culture nos Estados Unidos, além de apoiar e incentivar projetos semelhantes em outras partes do globo.

Aqui no Brasil a gestão desta certificação é mantida e supervisionada pela CBC – Capital Brasileira da Cultura, entidade sediada em São Paulo, contando com o apoio dos Ministérios da Cultura e do Turismo e com a participação e parceria de entidades como o Discovery Networks Latin América / US Hispanic, SESC TV e da Quixote Art & Eventos de Curitiba.

Com a escolha da Lapa no Paraná está será a sexta cidade brasileira a conquistar o posto de Capital Brasileira da Cultura, título que já foi concedido em 2006 para a cidade de Olinda (PE), em 2007 para São João Del Rey (MG), em 2008 para Caxias do Sul (RS), em 2009 para São Luis (MA) e que tem Ribeirão Preto no interior de São Paulo como atual detentora do diploma de Capital Brasileira da Cultura de 2010.

A solenidade oficial de diplomação da Lapa deverá ocorrer no início do próximo ano em data ainda a ser definida, quando representantes do município receberão das mãos de representantes da atual Capital, a cidade de Ribeirão Preto, a outorga oficial.

A cidade da Lapa

A escolha da cidade da Lapa se deu em reconhecimento ao seu rico patrimônio histórico e cultural, um dos mais importantes e conservados da região sul do Brasil.

Com aproximadamente 42 mil habitantes e situada a 62 km de Curitiba, a cidade possui em seu Centro Histórico 235 edifícios tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), onde se destacam o conjunto arquitetônico da antiga Rua do Cotovelo, o Theatro São João, um dos mais antigos do Brasil, o Museu de Armas, a Casa Lacerda, a Casa Vermelha e o Museu Histórico, entre outros pontos de atração e interesse. Além do teatro e de um conjunto de Museus, a Lapa possui também um Cinema sendo uma das poucas cidades do interior a ter este tipo de equipamento cultural, mantendo uma vocação para o setor audiovisual, pois regularmente muitos filmes e produções de época são rodadas e encenadas na cidade Lapa, que é o cenário perfeito para estas reconstituições históricas.

Por isso, eventos como o Festival de Cinema, que reúne milhares de pessoas nas ruas da cidade em exibições feitas ao ar livre e gratuitamente para toda a população, também contribuiram para que a Lapa conquistasse este merecido título.

No patrimônio cultural imaterial destacam-se as Congadas, a Noite Lapeana e as diversas festas religiosas e populares, além da gastronomia influenciada pelo movimento tropeirista e a famosa receita da farofa de frango.

Por ocasião da comemoração do centenário da proclamação da República em 1989, a cidade da Lapa já recebeu o título de “Capital Cívica do Brasil” em razão de ter sido cenário de importante episódio histórico durante a Revolução Federalista, em 1894.

Uma legião de 639 homens formada por forças regulares e de patriotas lapianos, chefiada pelo Coronel Antônio Ernesto Gomes Carneiro, enfrentou bravamente e caiu diante das forças revolucionárias riograndenses formadas por cerca de 3.000 combatentes e comandadas por Gumercindo Saraiva, no famoso episódio conhecido como “Cerco da Lapa”, que durou 26 dias. A resistência desta pequena cidade e de seus heróis proporcionou ao governo de Floriano Peixoto, o tempo suficiente para reagrupar as forças necessárias para deter o exército federalista, mantendo assim a república no Brasil num momento crucial e decisivo para determinar os rumos da história.

Os próximos passos

Após a definição da cidade como futura Capital Brasileira da Cultura um comitê gestor já começa a ser formado na cidade, com representantes do poder público local e membros da sociedade civil.

Este comitê deverá organizar as primeiras ações como a escolha de um símbolo oficial que será adotada pela cidade da Lapa durante o ano de 2011, bem como outras providencias que já começam a ser estudadas como a construção de um portal permanente ou de um marco que lembre a todos em 2011 e no futuro que a Lapa foi a Capital Brasileira da Cultura. O comitê deverá se reunir já nos próximos dias e deverá receber um caderno de encargos da CBC com as diretrizes e exigências para a certificação.

Até hoje mais de 40 cidades já concorreram ao título de Capital Brasileira da Cultura. Para o prefeito Paulo Furiatti este é um momento impar para o município e que a escolha da cidade é um reconhecimento da importância que a Lapa tem no cenário cultural nacional.

A cidade de São Luís do Maranhão será a Capital Americana da Cultura em 2012

A cidade de São Luís (Maranhão, Brasil) foi eleita Capital Americana da Cultura 2012, segundo informou Xavier Tudela, presidente do Bureau Internacional de Capitais Culturais (www.ibocc.org). A capital cultural de 2012 coincidirá com o 4º Centenário da fundação de São Luís, única cidade brasileira criada por franceses.

O centro histórico de São Luís, cidade que tem uma população de um milhão de habitantes, foi declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco em 1997. Possui uma arquitetura colonial com cerca de 3.500 edifícios distribuídos em uma área de mais de 280 hectares de centro histórico. São Luís é conhecida também como a “Atenas brasileira” pela grande quantidade de escritores e poetas que viveram na cidade no século XIX. É considerada a cidade onde se fala o melhor português do Brasil.

Ao saber da noticia da eleição de sua cidade como referencia cultural das Américas para o ano 2012, o prefeito de São Luís, João Castelo, manifestou que “É com alegria e com imensa satisfação que recebo a notícia de que a nossa querida São Luís acaba de ser eleita Capital Americana da Cultura 2012. Ficamos honrados com mais esta distinção, lembrando que a capital maranhense é uma cidade multicultural e tem uma riqueza de manifestações que a levaram a ser a capital Brasileira da Cultura em 2009, além de ser Capital Patrimônio da Humanidade”

Castelo manifestou também que “A conquista de mais este novo título é motivo de orgulho para todos nós. Enche-nos de regozijo e de alegria receber a notícia da escolha de São Luís como referência cultural das Américas no ano de 2012.

Investido no cargo de prefeito desta cidade, tenho travado uma luta incansável para a melhoria das condições de vida do nosso povo, pavimentando o caminho para o futuro, com muito trabalho e seriedade”.

O prefeito de São Luís terminou sua declaração manifestando “Por uma feliz coincidência, em 2012 São Luís completará 400 anos de fundação. Esta circunstância histórica estimula-nos ainda mais para um conjunto de diversas ações culturais e artísticas visando às comemorações dos 400 anos da nossa cidade. Agora com mais esta distinção –a de Capital Americana da Cultura 2012– redobram-se os nossos esforços no sentido de fomentar o desenvolvimento social e econômico da nossa cidade, através da valorização e promoção de seu patrimônio e diversidade cultural, gerando emprego e renda, e contribuindo para a formação da cidadania do nosso povo”.

Até agora já foram eleitas como Capital Americana da Cultura (www.cac-acc.org) as seguintes cidades do continente americano:

Capitais Americanas da Cultura

2012 São Luís (Brasil)
2011 Quito (Equador)
2010 Santo Domingo (República Dominicana)
2009 Asunción (Paraguai)
2008 Brasília (Brasil)
2007 Cusco (Perú)
2006 Córdoba (Argentina)
2005 Guadalajara (México)
2004 Santiago (Chile)
2003 Panamá/Curitiba (Panamá/Brasil)
2002 Maceió (Brasil)
2001 Iquique (Chile)
2000 Mérida (México)

Desde Santo Domingo (República Dominicana), que é a Capital Americana da Cultura 2010, o Ministro da Cultura desse país do Caribe, José Rafael Lantigua, expressou que “saudamos com muito entusiasmo a cidade brasileira de São Luís, escolhida como Capital Americana da Cultura 2012, fato que deverá ressaltar sem dúvida a magna celebração dos 400 anos de sua fundação”.

“Santo Domingo, a primeira cidade da América, celebra atualmente sua designação como Capital Americana da Cultura 2010, em um marco de especial esplendor e com um ativo programa de realizações culturais, sem dúvida alguma o de maior dinamismo de toda a região do Caribe e América Central”.

“Há alguns dias, comemoramos que a histórica cidade de Quito, capital do Equador, será quem levará o título em 2011, e que hoje estamos ostentando. Devemos festejar agora que a cidade brasileira de São Luís se incorpore a esse grupo de capitais culturais, em 2012”.

“Incentivamos São Luís a ressaltar nesse grande projeto suas melhores qualidades, desde o marco sempre estimulante da cultura, único patrimônio que engrandece a um povo. Aproveitamos para convidar seus mais dignos representantes para que visitem Santo Domingo e conheçam a dinâmica cultural que comporta essa grande celebração”.

Desde a capital do Equador, o Alcalde (prefeito) do Distrito Metropolitano de Quito, Augusto Barrera, expressou também a sua felicitação a São Luís. “Para Quito é uma honra ser a Capital Americana da Cultura 2011 e anteceder a São Luís como referencia cultural do continente americano cidade que, como a nossa, é também Patrimonio Cultural da Humanidade. A designação das nossas cidades como capitais culturais, possibilita fortalecer a apresentação ao mundo da diversidade, riqueza e os aspectos patrimoniais mais importantes da nossa cultura. Para Quito é um grande desafio assumir a Capital Americana da Cultura em 2011, que traz consigo a tarefa de integrar na vida diaria de seus cidadãos e nos grandes temas de desenvolvimento, um espaço de democracia cultural”.

O Bureau Internacional de Capitais Culturais desenvolve também na Europa a Capital da Cultura Catalã que está dirigida a quatro países (Andorra, Espanha, França e Itália). A cidade de Tarragona será a Capital da Cultura Catalã 2012, compartilhando internacionalmente a capital cultural com São Luís. Josep Félix Ballesteros, Alcalde (prefeito) de Tarragona, declarou que “desde a bi-milenária cidade de Tarragona, e na nossa condição de Capital da Cultura Catalã 2012, queremos felicitar a cidade de São Luís, eleita Capital Americana da Cultura 2012. Ainda que estejamos localizadas em continentes diferentes e fundadas em momentos históricos distintos, as duas cidades temos em comum que somos Patrimônio Cultural da Humanidade, que exerceremos uma capital cultural no mesmo ano e que temos o firme propósito de fazer da cultura um elemento de transformação social e de desenvolvimento econômico”.

A Capital Americana da Cultura (www.cac-acc.org), criada em 1998, tem como objetivo promover a integração inter-americana a partir do âmbito cultural, contribuir para que haja um melhor conhecimento entre os povos do continente americano, respeitando a sua diversidade nacional e regional e destacando ao mesmo tempo o seu patrimônio cultural. A Organização Capital Americana da Cultura é membro do Bureau Internacional de Capitais Culturais (www.ibocc.org), promove internacionalmente as cidades capitais culturais e estabelece novas pontes de cooperação com a Europa, continente que tem estabelecida a capital cultural desde 1985. Está acreditada perante a Organização dos Estados Americanos (OEA) e tem reconhecimento dos parlamentos Latino-americano e Europeu. Antena 3 Internacional e Discovery Networks Latin America/U.S. Hispanic são os canais oficiais de televisão da Capital Americana da Cultura.

Informações Quixote Art Eventos

Nenhum comentário: