13 de jun de 2010

“Ilha da Morte” é o vencedor de melhor filme de época no Festival da Lapa





A Mostra Competitiva de filmes de época premiará com o Troféu Tropeiro as categorias: Melhor Filme, Melhor Cenário, Melhor Figurino e Melhor Maquiagem.

O Festival da Lapa se destacou mais uma vez entre os festivais brasileiros de cinema por inovar com a realização da Mostra Competitiva de Filmes de época. Neste ano, em sua 4º edição, os filmes concorrentes foram: Menino da Porteira (de Jeremias Moreira, Brasil), Em Teu Nome (de Paulo Nascimento, Brasil), a Ilha da Morte (de Wolney Oliveira, Brasil), Corpos Celestes (de Marcos Jorge e Fernando Severo, Brasil) El Benny (de Jorge Luiz Sanchéz – Cuba). A cerimônia para anunciar o resultado da Mostra aconteceu no Cine Imperial neste sábado (12), com a presença da população lapeana, além de cineastas, produtores, artistas, estudantes, autoridades políticas e patrocinadores. O filme brasileiro “Ilha da Morte”, do diretor Wolney Oliveira foi o vencedor da categoria “melhor filme de época”. Produzido em 2006, o filme conta a história de Rodolfo, um jovem cubano nos anos 60, que ao produzir seu primeiro roteiro para um filme fica entre a política e o romance. Entre os apelos do pai revolucionário e o amor pela bela cineasta Laura. Ilha da Morte já acumula em seu currículo o Prêmio de melhor roteiro do Festival de Cinema Latino – Americano Trieste (2007)

Já o prêmio para Melhor Cenário ficou para “O Menino da Porteira”, filme do diretor Jeremias Moreira (diretor) e de Moracy do Val (produtor executivo), os mesmos responsáveis pela versão original do filme na década de 1970. Estava presente também na premiação Adrian Cooper, diretor de arte do filme vencedor. “Corpos Celestes” dos diretores paranaenses Fernando Severo e Marcos Jorge venceu a categoria de Melhor Figurino. Filmado nas cidades de Curitiba e São Paulo, o filme conta a história do astrônomo Francisco (Dalton Vigh), um homem que se dedicou exaustivamente aos estudos dos astros e acabou deixando de lado diversos outros aspectos fundamentais de sua vida.

Do diretor Paulo Nascimento, o filme “Em Teu Nome” foi o vencedor de duas categorias: Melhor maquiagem e o Troféu Tropeiro Menção Honrosa. Para receber os prêmios estavam presentes o diretor Paulo Nascimento e a atriz Fernanda Moro. “Em Teu nome” fala sobre sentimentos como coragem, descobertas e transformações pelo qual passa Boni, um jovem brasileiro que adere a luta armada no período da ditadura militar.


O Festival de Cinema da Lapa aconteceu do dia 09 a 13 de junho, com uma programação repleta de filmes, oficinas e também debates sobre cinema paranaense. E para entrar no clima da Copa, o encerramento aconteceu no domingo com a exibição de filmes sobre futebol, como “Boleiros”, do diretor Ugo Giorgetti. Organizado pelo Instituto Borges da Silveira e pelo Instituto Histórico e Cultural da Lapa, o Festival chega em 2010 em sua 4º edição. Neste ano foi viabilizado por meio da Lei Rouanet, tendo o patrocínio da Caminhos do Paraná, da Elejor, do Condor Supermercados e da Copel. Apoios da Prefeitura Municipal da Lapa, da Secretaria Municipal de Cultura, do Governo do Estado do Paraná, do Instituto Federal do Paraná, da RPC – Rede Paranaense de Comunicação e do Expresso Maringá.


Assessoria de imprensa - (41)92114915 com Ana Caldas


Foto 1: Oswaldo Lioi - Diretor de Arte Ilha da Morte agradece o Troféu Tropeiro de Melhor Filme de Época

Foto2: Paulo Nascimento, diretor do filme Em Teu Nome e a atriz Fernanda Moro recebem os Prêmios Melhor Maquiagem e Menção Honrosa das mãos de Márcio Assad, diretor de Turismo da Lapa e integrante do júri

Nenhum comentário: