13 de jun de 2010

Paulo Betti: Troféu Tropeiro no Festival da Lapa


"Eu também tenho uma origem tropeira. Sou de Sorocaba (interior de São Paulo), cidade considerada o centro de distribuição das tropas naquela época. Por isso, me sinto muito confortável em receber esse troféu. É a minha praia. Ser homenageado no Paraná é uma grande honra." ( Paulo Betti ao receber o Troféu Tropeiro no Festival de Cinema da Lapa )






Paulo Betti recebe o Troféu Tropeiro - Jornal Estado do Paraná
Leonardo Coleto





"Ser homenageado no Paraná é uma grande honra", diz o ator.



O ator Paulo Betti foi homenageado na última quinta-feira durante a 4º edição do Festival da Lapa, com o Troféu Tropeiro. Ele foi escolhido pela organização do evento pela forte ligação com o Paraná e com a cidade, que serviu de cenário para cenas de seu filme Cafundó (2003). O festival, que teve início em 9 de junho, acaba hoje. Para o ator, receber o Troféu Tropeiro é mais do que uma grande homenagem. "Eu também tenho uma origem tropeira. Sou de Sorocaba (interior de São Paulo), cidade considerada o centro de distribuição das tropas naquela época. Por isso, me sinto muito confortável em receber esse troféu. É a minha praia. Ser homenageado no Paraná é uma grande honra", diz.


Antonio Carlos Domingues, diretor executivo do Festival da Lapa, explica que o Troféu Tropeiro é uma homenagem a atores paranaenses ou profissionais do ramo que já tenham contribuído para o cinema paranaense. "Apesar de Paulo Betti não ser do Paraná, tem uma ligação muito forte com o Estado. Utilizou-se da Lapa para constituir o cenário de seu filme. Por isso ele representa uma pessoa muito importante na cidade e no cinema nacional", afirma.




Questionado sobre seus planos para o futuro, o ator disse que no próximo ano já começa a gravar um novo filme. "Não tenho nada programado para o Paraná. Agora estou trabalhando na direção do filme A canção brasileira, que é derivado de uma peça que já trabalhei no Teatro Guaíra, em Curitiba. Trata-se de uma comédia musical que conta a história do nascimento da música popular brasileira", comenta. Segundo Betti, as filmagens começam no início do próximo ano", adianta. Porém, o ator não descartou a possibilidade de voltar à Lapa para futuros projetos após o termino de A canção brasileira. "A Lapa é muito simpática. Acho essa cidade a mais apropriada para filmes de época. Trata-se de um ambiente real e que oferece ótimas condições cenográficas. Achar um local assim é muito difícil atualmente", ressalta.




Festa




Para Domingues, além da homenagem a Paulo Betti, o festival desse ano homenageia a cidade. "O festival está sendo muito bacana. Tivemos duas mil pessoas na noite de estreia. O interessante dessa edição é que ela será encerrada na mesma data do aniversário da cidade, dia 13. Por isso, considero esse o momento ideal para as pessoas conhecerem ou visitarem a cidade. Tem muita coisa típica, barracas, alegria e cinema", ressalta.




Maiores informações e a programação completa do festival estão disponíveis no site http://www.festivaldalapa.com.br/.


Assessoria de imprensa Festival da Laoa - Ana Caldas ( 41)92114915

Nenhum comentário: